Carteira de motorista internacional

Oi extrangeiros!

Bem, tem gente que não sabe, mas é possível dirigir em outro país sem precisar fazer a carteira de motorista lá (o que implicaria em aulas e demais, dependendo de cada país). Só que é necessário ter a Carteira Internacional, que técnicamente se chama Permissão Internacional para Dirigir (PID).

IMG_7913

A aparência é esta aí de cima. Parece um livretinho, maior que a carteira de motorista nacional e menor que um livro de tamanho mediano. Tem uma folha de instruções, com explicação das categorias (A,B,C,D e E) e também algumas informações importantes. Essas informações todas são traduzidas em diversas línguas… E é por isso que parece mais um livretinho, do que uma carteira de motorista!

Bem ao final, literalmente na última página, é aonde estão as informações do motorista, com foto, nome completo e em qual, ou quais, categorias você se encaixa.

É bem fácil de pegar sua PID. Basta ir até o CFC em que você emitiu a carteira nacional e pedir a via da internacional. A válidade é a mesma da carteira nacional. Exemplo: se a sua nacional durar até Dezembro de 2014, e você for em Janeiro de 2014 pedir a via internacional, a sua internacional só vai durar até Dez de 2014.

Eu andei lendo por aqui que o valor está bem alto. Mas, quando eu paguei, há uns dois anos atrás, foi menos de R$ 50,00. Não lembro o valor exato, mas foi R$ 40,00 e poucos! De qualquer maneira, é só ligar para qualquer CFC e perguntar! Tem que levar uma série de documentos, comprovante de residência e outros, que não vem ao caso aqui.

A Permição Internacional para Dirigir – PID somente será expedida pelos órgãos e entidade executivos de trânsito  os CFCs. Para emissão da PID o condutor deverá estar regularmente registrado no sistema do Detran-RS, com o documento de habilitação nacional vigente.
A validade da PID e a categoria da habilitação e as restrições médicas são os mesmos considerados na Carteira Nacional de Habilitação.

Serão reconhecidos os documentos de habilitação, com data de validade em vigor, dos países de origem, os quais estão amparados por Acordo ou Convenções Internacionais, assinados e ratificados pelo Brasil, ou ainda pelo Princípio da Reciprocidade.

 O valor para pedir a Permissão Internacional para Dirigir é de R$ 43,32

Fonte: CFC Viacentro

Abaixo, trago uma lista dos países aonde é permitido utilizar a PID, que retirei do site do DETRAN.

Países onde é aceita a Permissão Internacional para Dirigir (PID):

 

África do Sul, Albânia, Alemanha, Anguila (Grã Bretanha), Angola, Argélia, Argentina, Arquipélago de San Andres Providência e Santa Catalina (Colômbia), Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Bielo-Rússia, Bélgica, Bermudas, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Cazaquistão, Ceuta e Melilla (Espanha), Chile, Cingapura, Colômbia, Congo, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Gilbratar (Colônia da Grã Bretanha), Grécia, Groelândia (Dinamarca), Guadalupe (França), Guatemala, Guiana, Guiana Francesa (França), Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Ilha da Grã-Bretanha (Pitcairn, Cayman, Malvinas e Virgens), Ilhas da Austrália (Cocos, Cook e Norfolk), Ilhas da Finlândia (Aland), Ilhas da Coroa Britânica (Canal), Ilhas da Colômbia (Geórgia e Sandwich do Sul), Ilhas da França (Wallis e Futuna), Indonésia, Irã, Iriã Ocidental, Israel, Itália, Kuweit, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Martinica (França), Marrocos, Mayotte (França), México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Montserrat (Grã Bretanha), Namíbia, Nicarágua, Níger, Niue (Nova Zelândia) Noruega, Nova Caledônia (França), Nova Zelândia, Nueva Esparta (Venezuela), Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polinésia Francesa (França), Polônia, Porto Rico, Portugal, Reino Unido (Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales), República Centro Africana, República Checa, República Dominicana, Republica Eslovaca, Reunião (França), Romênia, Saara Ocidental, Saint-Pierre e Miquelon (França), San Marino, Santa Helena (Grã Bretanha), São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia, Suécia, Suíça, Svalbard (Noruega), Tadjiquistão, Terras Austrais e Antártica (Colônia Britânica), Território Britânico no Oceano Índico (Colônia Britânica), Timor, Toquelau (Nova Zelândia), Tunísia, Turcas e Caicos (Colônia Britânica), Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue.

Fonte: Sistema RENACH Denatran – Dezembro 2010

Eu sugiro que, antes de viajar, você sempre dê uma conferida para saber por quantos dias é possível utilizar a PID desde a entrada no país e outros detalhes (que são fundamentais!), porque mesmo essa lista de países aonde é permitido dirigir com a PID tem restrições de dias… É bom conferir a regra do país aonde se pretende ir.

Qualquer dúvida, é só ligar para o CFC mais próximo de você! (Isso ficou parecendo propaganda de CFC… hahahah)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s