Como fazer micheladas? #vídeo

Estrangeiros, OI!

Vocês conhecem as micheladas?

michelada

Michelada é essa bebida aí da foto. Dizem que essa bebida surgiu nos anos 70 no estado de San Luís Potosí, no México. A história tem origem com um cliente chamado Michel que costumava ir a um bar e pedir sempre cerveja com limão, gelo e salsas (temperos). Algum tempo depois, alguns clientes passaram a pedir a bebida com os mesmos ingredientes e, então, para se referir ao tipo exato que pedia Michel eles diziam “Micheladas”. Algo como a bebida do Michel. Faz sentido, não?

Quando cheguei, logo me levaram para provar a tal Micheladas: “Oye, Pau, vamonos por unas miches?” (Hey, Paula, vamos beber umas micheladas?, algo assim) Eu fui, claro, e provei a tal micheladas. Mas a bebida não desceu muito facilmente. Vejam bem, é uma bebida com cerveja, temperos (isso mesmo, temperos que se usam para cozinhar, inclusive com pimenta, o chile deles aqui), suco de tomate, entre outros. Já imaginaram o gosto? É diferente, muito diferente. A princípio fiz uma careta estranha, tomei alguns goles, e ainda tentei mais uns. Acabei por dar a minha michelada para um dos guris e pedi uma boa e velha Corona Extra. Totalmente diferente! Enquanto eles todos bebiam micheladas, claro, e com muuuuuuita pimenta (chile) na comida.

Bem, como a minha roomie Consuelo (a mexicana com quem divido apê) adooooora micheladas, pedi pra gravar um vídeo um dia qualquer que ela fez a bebida em casa, porque queria mostrar pra vocês! O vídeo está em espanhol (mas ela fala bem devagarinho e mostra os ingredientes, tá bem fácil de entender), porque a minha roomie é mexicana e o Borja, amigo que estava junto, é espanhol. Espero que gostem!

Obs.: Quem não quiser ver o vídeo, coloquei a receita da bebida abaixo para que vocês possam tentar em casa, se quiserem! É uma receita rápida, fácil e simples de micheladas. O vídeo tem duração de 7 minutos.

Receita de micheladas:

  • Sal
  • Limão
  • Suco de tomate
  • Gelo
  • Jugo Maggi (tempero)
  • Molho Worcestershire (chamam de tempero ou molho inglês)
  • Pimenta (em molho. Aqui se usa a Tabasco)

E é basicamente isso de ingrediente. Agora, vamos ver como se faz:

Primeiro se passa limão na bordinha do copo em que se vai preparar a bebida. Aí coloca sal num prato e vira o copo no prato, para que o sal fique na beiradinha (esqueci o nome em português, em espanhol isso se chama escarchar). O próximo passo é começar a colocar os ingredientes no copo.

O primeiro ingrediente do copo (já com sal na beiradinha) é colocar gelo, pode colocar à vontade do freguês, quantas pedras de gelo quiser. Pode inclusive quase encher o copo. Depois vem o Jugo Maggi, se coloca algo como 2 colheres de sopa. Depois, a salsa inglesa, a medida é igual ao do Jugo Maggi, 2 colheres de sopa. Depois dos molhos, se espreme cerca de 1 limão e meio para uma medida e o suco vai junto com os outros molhos. Aí se coloca a pimenta, Tabasco. A medida da pimenta é pequena, viu? Cerca de uma colher de chá, um pouquinho mais.

Depois de misturar todos os molhos e temperos, é hora de colocar o suco de tomate e a cerveja. Primeiro, o suco. Se coloca mais ou menos até a metade do copo. E se completa com a cerveja (qualquer marca, depende do gosto do freguês). Esses ingredientes dependem de como a pessoa que vai beber gosta mais. Eu, por exemplo, quando experimentei pedi com mais cerveja, então veio uma longneck inteira de cerveja, enquanto para os meus amigos, veio pouco mais do que a metade de cerveja. A finalidade é completar o copo com esses dois ingredientes. As medidas cada um faz como preferir!

Se eu posso sugerir, quem nunca tomou micheladas e quer experimentar, põe mais cerveja do que suco de tomate. Porque daí a cerveja, tendo gosto forte, dá uma mascaradinha nos outros ingredientes.

E aí está a foto dos preparadores. Bem, da preparadora e do provador!

IMG_7998Espero que tenham gostado!

Até mais!

 

Anúncios

Escamocha

People, OI! 🙂

ESCAMOCHA

Escamocha (ou coctel de frutas) é esse copo grande e alto aí da foto, com pedaços de frutas de tudo que é tipo (melancia, mamão, melão, manga, laranja, abacaxi e inclusive pepino!) . Só que não é apenas um copo com frutas não, senão que é um copo de frutas com sal, suco de limão e laranja e chili em pó. O chili em pó é misturado no suco de laranja e limão e esse suco é jogado encima do copo uma vez que tu faças o pedido, junto com o sal.

Por mais estranha que essa mistura possa parecer, fica muuuuito gostoso! O chili não me faz falta, hein? hahahaha O gosto é… diferente. Mas é gostoso. E no finzinho sobra o suco, o que deixa a mistura bem forte. Na real, o que se sente é uma água na boca e uma vontade de ficar repuxando as bochechas, quando a gente come algo ácido. Mas isso só porque eu não sou acostumada, porque o chili utilizado nesse coquetel não é muito forte.

É típico de Guadalajara – Jalisco, e deriva da palavra escamocho, que significa sobras de comida ou bebida. Nesse caso, é uma mistura de frutas.

Pode ser encontrado em diversas zonas da cidade, nas calçadas, mercado informal, expostos em mesas, aonde tu podes observar os vendedores trabalhando. Aconselho a ter cuidado na hora de escolher de quem comprar. Tem alguns vendedores que são mais cuidadosos – questão higiene – e não tocam no dinheiro quando tu pagas (porque se supõe que vão continuar a manusear as frutas) e só te fazem colocar o dinheiro em um copo, e tem outros que não cuidam nada. Eu prefiro ter um cuidadinho na hora de escolher de que banquinha comprar. Afinal, são frutas e tem que se frescas.

¡Que aprovechen!

Até a próxima, extrangeiros!
Paula

Como fazer uma boa Sangría! #gastronomiaextrangeira

¡¡¡Hola!!!

Então, depois de uns mil dias sem postar, lá vamos nós para o 1º post do mês de Julho! E também o 1º post da seção gastronomia extrangeira!

Como sei que todo mundo adora uma bebidinha de vez em quando… Vim falar da tal da Sangría! Eu sou louca por Sangría! É o tipo de bebida doce que tu vais bebendo e nem percebe! Só tem uma coisa: sangría é muito doce! Que bebe whisky e não gosta de outra coisa não vai gostar dessa bebida!

Mas bem… Primeiro de tudo, preciso dedicar esse post para duas amigas minhas… Porque elas SIM apreciam uma booooa bebida! Hahahaha Bom, sei que vocês adoram vodka, maaaas mesmo que Sangría não leve vodka, aposto que vocês vão gostar!!!!

Para Amanda e Gessica Rimãs! Porque eu amo vocês, suas bebuns malucas!

O que vocês vão precisar?

  1. Vinho (tradicionalmente vinho tinto, mas pode ser branco)
  2. Laranja
  3. Limão
  4. Açúcar
  5. Pêssego (eu não gosto muito com pêssego, mas a tradicional é com o famoso melocotón, então…)
  6. Suco de laranja
  7. Suco de limão

Vamos lá:

  1. Bota um pouco de vinho em uma jarra (sugiro menos de meia jarra, mas dependo do gosto do freguês).
  2. Mistura açúcar no vinho.
  3. Corta a laranja em 4, espreme um pouco só, coloca o suco e os pedaços na jarra onde já está o vinho com o açúcar.
  4. Faz o mesmo procedimento com o limão e coloca na mesma jarra da mistura
  5. Corta o pêssego e coloca na jarra (não coloco pêssego, coloco maçã).
  6. Adiciona os sucos de limão e laranja (também a gosto!)
  7. Mistura bem e põe na geladeira!

Deixa beeem gelada e prontinho:

IMG_6117

Tem gente que corta as frutas, coloca o vinho, adiciona os sucos e depois coloca o açúcar… Dá pra fazer também. Dá pra fazer quase como quiser!! Haha

Ah! Muito importante, a Sangría é uma bebida que fica deliciosa sem álcool também! Pra quem não pode ou não gosta de álcool, vale trocar o vinho por Suco de Uva! Fica tão bom quanto!

Bom, por hoje era isso… Logo volto com mais! Espero que tenham gostado!

Beijos, beijos e até a próxima #gastronomiaextrangeira