Post de aniversário

Não adianta, eu já decidi: Vou ser uma eterna deslumbrada com o mundo! O mundo é de uma riqueza de cultura inacreditável, com lugares paradisíacos e alguns somente desconhecidos. Tem como não ser completamente apaixonada por viajar? Por conhecer tudo que puder e o máximo que der? Eu já me acostumei com isso. Não viajei horrores, mas não viajei tão pouco não. Considerando que tenho míseros 22 anos devo dizer que estou no caminho certo. E oxalá siga assim!

Viajar é uma paixão constante em minha vida, mesmo quando eu estou viajando. Faz um mês que estou aqui (tá bom, sei que o título ficou estranho, mas é um post em comemoração ao primeiro mês em Valência, completo hoje!) e na primeira semana já sentia vontade de viajar. Não que eu não goste daqui, muito pelo contrário, Valência é muito bom! Mas o meu negócio é mesmo viajar uma vez por mês, pelo menos! Se isso não acontece fico inquieta, com uma pulguinha me perturbando e um monte de ideias para por em prática. É incrível como eu gostaria de pegar uma mochila e sair mundo afora, com a roupa do corpo e uma muda e viajar, conhecer, passear, conversar, experimentar, provar, …

Para o primeiro aniversário aqui (vou comemorar por mês, porque não vai fechar um ano aqui em Valência), vou postar algumas fotos da cidade de Valência! E vou dizer o que mais gosto daqui…

Nessa primeira imagem está o Banco de Valencia! Na realidade, esse banco “abre”, digamos assim, a rua dos bancos de Valência. Claro… tem muito mais bancos espalhados, mas nessa tem um montón de agências juntas. Obs. Tem banco que não acaba mais aqui! oO

Rio Turia. Rio? Mas que rio? Não vejo água aí não… Pois é. Na realidade, antigamente esse lugar era um rio, que cortava Valência, dividindo-a na parte que hoje é o Centro histórico e demais regiões. O que foi que aconteceu com o Rio? Bom, o Rio Turia era um rio que ficava seco bastante parte do tempo e quando enchia, transbordava pela cidade. E isso causava danos e estragos. Então, em 1957, quando o rio transbordou – que viria a ser a última vez – a prefeitura decidiu que os 9 km de rio seriam transformados em um canal, com rodovias que ligavam diferentes pontos ao aeroporto. Mas… a população conscientizando-se, decidu que o lugar, ao invés de rodovia, deveria ser transformado em área verde. E dá-le verde! E foi o que aconteceu. Hoje, o que aún é chamado Rio Turia, é um parque de extensão enorme, com  caminhos para que a população possa praticar caminhadas, corridas, e caminhos marcados para bicicletas. Além disso, no parque há  diversas outras atrações (como mostra a segunda foto), como equipamentos para fazer ginástica (eles realmente funcionam), campos de futebol (eu vi pelo menos 2), pracinha para crianças, museus na cidade das artes e ciências, entre outros. É muito bonito mesmo! Para praticar exercícios, para fazer piquenique com a família (muitas famílias adoram fazer fotossíntese, sentados no edredom posto na grama), ou simplesmente ler um livro. E é claro, seguir andando pelo caminho do parque te faz percorrer grande parte da cidade de valência, há prédios, mercados, cinemas, shoppings, entre outros, todos do lado de fora do rio,seguindo a mesma direção. E convenhamos se vamos caminhar para chegar ao shopping, porque não aproveitar a beleza e a tranquilidade do parque?

 

 

—————

Esse lugar da imagem acima é também na cidade das artes e ciência, mas essa é a Umbracle, uma balada! Na real, como é “outside” (ao ar livre, digamos assim), ela só abre nos meses de verão, o que significa que de outubro (no estoy segura de las fechas) ela fecha.

 

As imagens acima são do maior shopping espanhol: El Corte Inglés! São shoppings diversos espalhados pela cidade de Valência (e claro, em outras cidades espanholas) que vendem as mesmas roupas. É uma rede de shoppings. O que vende lá? Bom, na maioria das vezes (eu gostaria de dizer sempre, mas não tenho absoluta certeza de que acontece assim. Nos que eu vi, sempre aconteceu assim…) eles estão situados “em pares”, ou seja, são duplos, bem perto um do outro. Um deles vende cosméticos, roupas masculinas e femininas, perfumes, bolsas, acessórios desse estilo e o outro deles vende eletrônicos, móveis de casa, roupas de cama, mesa e banho, acessórios para casa, entre tantos outros. E algumas vezes (isso sim é que não acontece sempre) a planta baja é supermercado. É interessante, e o preço não é sempre o melhor, aliás, muitas coisas tem um preço bem salgadinho, mas a qualidade é top. Se comprar lá, dá pra ter garantia de boa qualidade em quase todos os casos.

Eu passo horas olhando as novidades, vendo o que chegou de novo, investigando. E só. Não dá pra comprar sempre, né?!

Fonte das fotos do slideshow: http://www.skyscrapercity.com (Tive que recorrer a internet, já que muitas das minhas fotos estão fora de uso, no antigo note. E como queria postar agora, não fui tirar mais fotos. Coloquei algumas. Se quiserem mais, posso tirar mais fotos, sem problemas).

Por agora, isso tudo!

Espero que tenham gostado das fotos!

Besos, até a próxima!

Erasmus Mundus

Como prometido, aqui estou!

Vim trazer umas fotinhos do dia em que sai pra passear com a Teme e a Sabrina.  Teme é uma menina que eu conheci na aula de Espacio Turístico y Medioambiente. No fim, ela acabou não se matriculando no curso, mas a gente continua em contato mesmo assim. Ela é da Bulgária e faz três anos que mora em Londres porque está fazendo faculdade lá. E agora ela veio pra Espanha pelo Erasmus. A gente se dá bem, ela é querida.

E a Sabrina é a roommate dela! Eu a conheci quando a gente saiu dessa vez pra passear. Bem querida também. Ela é da Latvia, aquele país pequeno do ladinho da imensa Rússia, entre a Lituânia e a Estônia. Da mesma forma que a Teme, ela foi pra Londres estudar e as duas se conheceram e ficaram amigas lá.

Como essas duas gurias, muitas outras pessoas também vieram para a Espanha de outros países pelo programa Erasmus Mundus. Muita gente já o conhece. Mas pra quem não conhece, eu explico, esse é um programa de intercâmbio daqui da Europa (não sei extamente todos os países que fazem parte) mas também para qualquer institução do mundo que seja parceira. É um programa enooorme aqui, mesmo. Vou dar um exemplo prático: a UV (Universitat de Valencia) está recebendo, neste ano acadêmico 2012-2013, cerca de 2000 alunos estrangeiros!! Entre este número absurdamente enorme, estamos nós, os alunos internacionais. Ou seja, alunos que não fazem parte do Erasmus.

Na verdade, o que nos diferencia é que somos alunos por convênio, ou seja Universidades parceiras de todo o mundo que tem convênio com a UV. Neste caso, nós não pagamos nenhuma taxa de matrícula e/ou fee de tuition e mensalidade. Pagamos só uma taxa de 6.99 E de seguro e isso é tudo. Isso é o que acontece com alunos de convênio, como é o meu caso. No entanto, não ganhamos ajuda de custo para estudar, ou seja custo de vida aqui é responsabilidade do aluno (neste meu caso, dos pais da aluna :D). No programa Erasmus eles ganham um valor para ajudar com o aluguel, que varia de cada participante, lugar, e etc. Se quiserem saber mais, podem acessar esse link: http://eacea.ec.europa.eu/erasmus_mundus/.

Bom… para não ficar muito grande (acabei me estendendo no assunto Erasmus, mas é que aqui tem uma dimensão enorme e eu achei importante comentar), vou postar umas fotos lindas aqui de Valência. As fotos de hoje são da Ciudad de las artes y las ciencias!

Essas são obras gigantescas e maravilhosas. Não dá pra ver o tanto que são lindas pelas fotos, mas dá pra ter uma ideia. Em outro post eu comento mais o que é e como é cada uma delas, porque ainda não entrei em todos os lugares… haha Daí quando tiver ido no Oceanografic e nas outras construções da cidade das Artes e Ciências eu mostro fotos e conto um pouco mais. Por enquanto, vocês ficam só com as fotos… Tá? Pode ser? Tranquilo? Haha

Este slideshow necessita de JavaScript.

Espero que tenham gostado 😀